Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 5 de março de 2016

AVALIAÇÃO - VOLKSWAGEN GOL COMFORTLINE 1.0 (2017)



TEXTO: MÁRIO COUTINHO LEÃO | FOTOS: VOLKSWAGEN

Você já deve ter lido ou ouvido a frase “em time que está ganhando não se mexe”. Como não é o caso do Gol, a VW teve de providenciar novidades para o seu campeão de vendas (da marca, não do mercado). Alterações no visual foram obrigatórias, assim como novas cores, equipamentos e, em casos mais graves, troca-se quase tudo no conjunto motor/transmissão. Como nas famílias grandes, onde irmãos novos usam roupas ou gadjets dos mais velhos, o Gol pegou alguns ítens emprestados dos parentes: Painel de instrumentos e volante vieram do Fox, já os novos motor tricilíndrico e câmbio mais longo são do up!. Conectividade e interação foram inspirados nos do Golf.

A loja que cedeu o carro para a avaliação garante que a versão Comfortline com motor 1,0-litro terá a maior participação de mercado, daí a opção do GUSCAR em mostrá-la aqui. As inovações são expressivas no catálogo, mas a diferença (média nas 19 lojas consultadas por telefone) de cerca de R$6.000 entre o lançamento e o carro equivalente substituído gera algum incômodo no começo da conversa. Nem na hora de jogar Super Trunfo dá pra sorrir. Sério.




Agora são 82 cavalos contra 76 do anterior. Problema é que o motor tem de girar 1.000 acima das 5.200 rpm de antes. O torque ficou 4% menor mas atingido a 3.000 giros, contra 3.800 rpm do antigo motor quatro cilindros. E com todas as marchas mais curtas, a sensação de desempenho ficou menor. Andando com o carro “no limite”, dá pra acompanhar Chevrolet Onix e Nissan March, por exemplo, mas fica um pouco atrás de Ford Ka e Hyundai HB20. O eterno rival Fiat Palio fica bem lá atrás. Andando em ritmo mais brando e buscando economia, a vitalidade VW se esvai e os concorrentes tricilíndricos se mostram bem mais ágeis. A contrapartida foi no consumo medido em trajeto padrão do GUSCAR: 11,7 km/l de álcool (veja os concorrentes no fim do texto).

Rodovia MG-427
1º - 12,3 km/l - Ford Ka SE 1.0 e Nissan March SV 1.0
2º - 11,7 km/l – Volkswagen Gol Comfortline 1.0
3º – 10,0 km/l – Chevrolet Onix LT 1.0
4º – 9,8 km/l – Hyundai HB20 Comfort Plus 1.0
5º – 9,6 km/l –Fiat Palio Attractive 1.0
6º – 9,0 km/l –Volkswagen Fusca 1600 “Itamar”



Nas manobras o “novo” Gol não exige muita perícia. Sem pontos cegos e com direção hidráulica bem-calibrada, exigiu vaga de 4,43 metros de comprimento, média de quatro tentativas na minha vaga no condomínio fechado onde moro. E a trena é a laser. Só como comparação, o up! precisou de 30 centímetros a menos. E agora existe a chance de ter um sistema multimídia bem moderno e intuitivo, pois agora o painel prevê a instalação do aparelho. O painel anterior simplesmente ignorou o espaço para isso, culpa de um projeto desatualizado. Agora, sim!



Depois de rodar bastante e conhecer o renovado Gol, fica mais fácil de responder as perguntas recebidas durante a avaliação do carro e dos concorrentes. As respostas são fáceis.

É melhor que o HB20? – Depende da sua expectativa. A qualidade de construção, ergonomia e habitabilidade do sul-coreano são nítidamente superiores, fora a manutenção preventiva e apólice de seguro bem mais em conta. Uma rápida pesquisa auxiliada por uma calculadora mostram isso.

É mais negócio que o Palio? – Não. Vantagem expressiva na facilidade de revenda e no consumo de combustível mais baixo, porém nada que compense ou amenize a ganância com que a rede autorizada VW procura seu dinheiro.

É mais seguro que o Ka? – Nas versões básicas e intermediárias a resposta mais sincera é um empate, ambos carros oferecendo ABS e air-bags frontais de série e ótimo comportamento dinâmico em freios, direção e suspensão. Mas há a versão SEL do Ford, com controles eletrônicos de tração e estabilidade. Nesse caso, o hatch com o oval azul na grade é a melhor opção.

É um carro ruim? – De forma alguma. Problema é que quando vocÊ entra em uma loja VW, encontra uma opção bem interessante por apenas R$800 a mais (R$43.490): up! Move TSI, com 105 cavalos e torque de 16,8 mkgf. Tem menos espaço interno, mas garante que o desempenho é muito superior, fora a segurança nas ultrapassagens e o certo status que a versão turbinada carrega. E o consumo aferido (13,5 km/l de álcool) é bem mais interessante que os 11,7 km/l deste Gol avaliado. Pense bem a respeito, dica de amigo.

 Consumo GUSCAR 

Rodovia MG-427
Volkswagen up! TSI: 13,5 km/l (A)
Ford Ka SEL 1.0: 12,3 km/l (A)
Nissan March SV 1.0: 12,3 km/l (A)
Volkswagen Gol Comf.1.0: 11,7 km/l (A)
Chevrolet Onix LT 1.0: 10,0 km/l (A)
Hyundai HB20 Comfort Plus 1.0: 9,8 km/l (A)
Fiat Palio Attractive 1.0: 9,6 km/l (A)
Volkswagen Fusca 1600 1994: 9,0 km/l (A)

 Números de Fábrica 

Volkswagen Gol Comfortline 1.0 - 2017
Preço Sugerido: R$42.690
0 a 100 km/h: 12,3 segundos
Velocidade Máxima: 170 km/h
Consumo Cidade: 8,0 (A) / 11,9 (G) km/litro
Consumo Estrada: 9,9 (A) / 14,0 (G) km/litro
Proporção de autonomia Álcool x Gasolina: 69,1%

Volkswagen up! Move TSI 1.0T - 2016
Tabela FIPE: R$43.490
0 a 100 km/h: 9,1 segundos
Velocidade Máxima: 184 km/h
Consumo Cidade: 9,6 (A) / 13,8 (G) km/litro
Consumo Estrada: 11,1 (A) / 16,1 (G) km/litro
Proporção de autonomia Álcool x Gasolina: 69,2%








Nenhum comentário: