quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

RETROSPECTIVA 2012 - COMPARATIVO - SEDANS COMPACTOS


Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação
Dados de teste: Revista Quatro Rodas e Carro Hoje


Desde o início do ano estava planejando fazer um "comparativão" com todos os sedans compactos do mercado brasileiro. Pretendia reunir dez modelos e até dividir o comparativo em duas partes.

Só que antes precisei esperar pela renovação do Grand Siena e o face-lift do Voyage, que demorou e só chegou em agosto. Veio também o Toyota Etios, que merecia uma participação. Eu queria incluir ainda os Renault Logan e Symbol, o Peugeot 207 Sedan (antigo Passion), o JAC J3 e até o Chery Cielo.

Entretanto, o Logan ganhou novo motor e eu ainda não tenho o teste. Sem ele, que já está marcado para renovação, também não faz sentido incluir o irmão Symbol, que anda meio esquecido; o 207, que vai sair de linha; o JAC, que passou por um face-lift na China e deve chegar no ano que vem ao Brasil; e o conterrâneo Cielo, que está sendo chamado por recall por causa do amianto em suas peças. Os modelos antigos serviriam de referência para o mercado de usados.

Assim, acabei decidindo reunir os modelos mais recentes e populares, mesmo: Chevrolet Cobalt LTZ 1.4, Fiat Grand Siena Attractive 1.4, Nissan Versa SL 1.6 1.6 16v, o novo Toyota Etios 1.5 16v na versão XS e o Voyage 1.6, já com a leve reestilização. De dez imaginados, acabei comparando a metade, sendo dois com motores 1.4, dois 1.6 (um com oito e outro com dezesseis válvulas) e um 1.5.


5º Chevrolet Cobalt LTZ 1.4 EconoFlex VHCE


Se eu tivesse colocado o motor 1.8 neste comparativo o Cobalt ficaria em terceiro lugar e não em último. Isso porque o Grand Siena também estaria com motor 1.6. Se o Fiat continuasse com motor 1.4, o Chevrolet ficaria em segundo.

Mas foi preciso dar equilíbrio e colocar versões mais acessíveis. Por isso, escolhi o 1.4. O LTZ só entrou porque eu queria comparar modelos que tivessem no mínimo ar condicionado, direção hidráulica e trio elétrico. O LS é quase pelado (não tem nem vidros elétricos na frente) e o LT não tem retrovisores elétricos e vidros automáticos nas portas traseiras. A versão de topo custa R$ 45.460 com pintura metálica. Além desses equipamentos essenciais, traz rádio com tocador de CD e MP3, Bluetooth, airbags frontais, freios ABS com EBD, computador de bordo, faróis de neblina, alarme e abertura das portas e porta-malas por controle remoto, volante e banco do motorista com regulagem de altura e rodas de liga-leve de 15 polegadas. É o mais caro. Em compensação, é o mais equipado, junto com o Versa. Mas fica devendo o travamento das portas em movimento (presente no Versa e no Grand Siena) e o sensor de estacionamento, que é exclusivo do motor 1.8 e é opcional no Siena e no Voyage (que no novo modelo ganhou seus gráficos integrados no display do rádio).

Também cara é a sua manutenção. Somando as revisões até os 30 mil quilômetros (R$ 1.028) e o pacote de peças de reposição (R$ 3.140), divulgados pela revista Carro Hoje, o Cobalt 1.4 tem o custo total de R$ 4.168. O acabamento, com muitos plásticos duros e pouco tecido nas portas, só não é pior que o do Toyota Etios. O ruído também é alto: 61,2 decibéis a 80 km/h, o maior dos cinco, apesar de eu ter declarado empate técnico com o Versa (61 dB).



O Chevrolet com motor 1.4 (97 cv com gasolina e 102 cv com álcool) também foi fraco no desempenho e no consumo. Acelerou de 0 a 100 km/h em 13,5 segundos e retoma entre 80 e 120 km/h em 18,8 seg. Só foi mais rápido que o Grand Siena. O consumo é de 7,2 km/l na cidade e 9,9 km/l, aí já empatado na média com o Fiat. A frenagem de 28,9 metros a 80 km/h só é melhor que o Versa, mas fica em terceiro lugar, empatada tecnicamente com os 28,7 m do Voyage. Todos esses números, mais o de ruído, são da revista Quatro Rodas.

Além da lista de equipamentos de série, o Cobalt se destaca apenas no porta-malas de 563 litros (um a mais que o Etios) e no espaço interno, superado somente pelo Versa. Suas linhas são modernas. Chama atenção de frente, a traseira alta com lanternas verticais agrada, mas são muito comportadas no perfil. Versa e Grand Siena são mais ousados no estilo. Quando o acabamento melhorar, o Cobalt ficará mais interessante, desde que se pague mais pelo motor 1.8 e o câmbio automático.

FICHA TÉCNICA 

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.389 cm³, 8 válvulas
Potência: 97 cv (gasolina) e 102 cv (álcool)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 13,5 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 170 km/h
Consumo Médio: 7,2 km/l na cidade e 9,9 km/l na estrada (álcool)
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,48/1,74/1,51/2,62 m
Porta-malas: 563 litros
Tanque: 54 litros
Preço: R$ 45.460

4º Fiat Grand Siena Attractive 1.4 Evo


Outra escolha que vai gerar polêmica. Por que o Attractive 1.4 e não o Essence 1.6 Dualogic para representar o Grand Siena? Primeiro porque, repito, quis equilibrar o comparativo. E segundo porque eu queria saber como se sairia o motor 1.4 Evo contra os seus concorrentes mais baratos. O Essence 1.6 participou do confronto contra os sedãs compactos premium e ganhou. A ideia foi colocar o Essence para concorrer com os premium (Sonic, New Fiesta e City. O JAC J5 também participou) e o 1.4 para disputar com os mais acessíveis.

Se o Essence se destacou naquele desafio por ser o mais barato mesmo com todos os opcionais, o Atractive não teve a mesma sorte. Completo, ele custaria mais de R$ 47 mil e ficaria bem mais caro que o Cobalt. Mas passaria a ter melhor relação de equipamentos.

Exigindo somente a pintura metálica, o ar condicionado, os retrovisores e vidros laterais traseiros elétricos, que são opcionais, ele custa apenas R$ 41.747. Comprando os espelhos você leva o som com CD e MP3, mas tem que optar pelo rádio com ou sem Bluetooth. Esse preço inclui o dispositivo. As rodas de liga-leve também são opcionais, tal como o teto solar elétrico, novidade da linha 2013. Direção hidráulica, vidros elétricos na frente e travas por controle remoto são de série, assim como a abertura do porta-malas também pela chave canivete, o computador de bordo, volante regulável em altura, os airbags frontais e os freios ABS com EBD. No custo-benefício fica em posição intermediária.


O porta-malas de 520 litros só fica atrás do Cobalt e do Etios. Mas o espaço interno, apesar de ter aumentado em relação ao Siena antigo, só é melhor que o do Voyage.

O motor 1.4 Evo é o mais fraco dos cinco. Rende apenas entre 85 e 88 cavalos. Consequência disso é o pior desempenho, com aceleração de 14,4 segundos e retomada de 22,9 seg. O consumo é rigorosamente igual ao do Cobalt na soma das médias dos percursos cidade/estrada, registradas pela Quatro Rodas. Só que na cidade a média é de 7,6 km/litro e na estrada 9,5 km/l. A publicação da Editora Abril testa todos os carros com álcool. Ambos ficaram em penúltimo lugar. Já no custo de manutenção, o Fiat só supera o Chevrolet cobrando R$ 3.268 (2.588 + 680). Informação da Carro Hoje.

Entre os pontos fortes do Grand Siena Attractive estão a frenagem de 27,7 metros e o nível de ruído de 59,2 decibéis, ambos a 80 km/h, também segundo a Quatro Rodas. Neste último, ele só foi superado pelo Voyage, com 58,4 dBA. Na prova de segurança, o Fiat foi absoluto. Como destaque neste item, ele é um dos únicos a oferecer apoio de cabeça no meio do banco de trás, mas fica devendo o cinto de segurança de 3 pontos no mesmo lugar. Situação inversa no Versa.


O acabamento interno deixa a desejar nos cinco modelos do comparativo. Mas o do Grand Siena é melhor no painel, com textura mais agradável no plástico. O tablier pode receber faixa colorida na parte inferior. Mas o revestimento das portas dá um aspecto muito simples ao modelo da Fiat, que empata com o Nissan Versa, que também é exatamente o contrário: caprichado nas portas, mas pobre no painel.

O Grand Siena é mais do que a versão três volumes do novo Palio. Do hatch ele só ganhou as formas do painel, ainda assim, com saídas de ar diferentes. Na frente, recebeu faróis puxados e grade aberta no capô com faixa cromada no topo. De perfil lembra muito o sedã médio do Linea. Parece até a sua versão em miniatura. E a traseira manteve o formato horizontal, com lâmpadas de LED. É mais encantador que o Cobalt, mas fica muito conservador perto do Versa. Pelo menos ficou em segundo.

O motor 1.4 e a falta do ar condicionado na versão Attractive fizeram tanta diferença na sua essência, que, contrariando o nome da versão mais simples, a opção mais atrativa é a Essence, com motor 1.6 16v e com câmbio automatizado Dualogic. Com câmbio manual ainda é mais barata (R$ 40.420).


FICHA TÉCNICA 

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.368 cm³, 8 válvulas
Potência: 85 cv (gasolina) e 88 cv (álcool) 
Aceleração de 0 a 100 km/h: 14,4 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 175 km/h (álcool)
Consumo: 7,6 e 9,5 km/l com álcool
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,29/1,70/1,51/2,51m
Porta-malas: 520 litros
Tanque: 48 litros
Preço: R$ 41.747


3º Volkswagen Voyage 1.6 VHT


O modelo mais esperado do comparativo, responsável até por atrasá-lo, ficou em terceiro lugar. A sua carroceria é a mais antiga dos cinco: data de 2008. Ofuscada pelo Cobalt, o Grand Siena e o Versa, só é mais bonita que o estranho Etios. Por isso que o sedã da Volkswagen é o único que já passou por uma leve reestilização frontal, que o deixou visualmente próximo aos irmãos da marca, e também na traseira, com prolongamento nas lanternas e assim ficou muito parecido com o Fiat. O acabamento é bom nas portas, mas rústico no painel. Fica atrás dos empatados Grand Siena e Versa.

Como foi projetado antes das concorrentes priorizarem o espaço interno para as pernas, o Voyage tem exatamente esta limitação, que é um dos seus pontos fracos. O porta-malas de 480 litros só é melhor que o do Versa.


Outro ponto fraco está na lista de equipamentos, muitos deles opcionais, como o ar condicionado, retrovisores elétricos e até direção hidráulica. Os vidros elétricos são de série só na frente. Pelo menos as travas elétricas vêm de fábrica, mas sem controle remoto. O preço não é tão alto com esses equipamentos essenciais: custa R$ 41.724, em terceiro lugar, empatando tecnicamente com o Grand Siena. Com o câmbio automatizado i-Motion, chega a R$ 44.324. 

A manutenção barata é um dos seus destaques, empatando rigorosamente na soma do pacote de peças e da revisão até os 30 mil km com o Versa: R$ 3.214. No caso do Voyage, as peças ainda custam menos (R$ 2.443), e as revisões R$ 771. No Nissan, a soma é de R$ 2.517 e R$ 697. A dupla só fica atrás do Toyota Etios. 

Mas não é só. O motor 1.6 VHT (só o 1.0 que ganhou modificações e agora é chamado de TEC) é o segundo mais potente (101 e 104 cavalos). A aceleração de 0 a 100 km/h é mediana, de 12,2 segundos, mas o câmbio i-Motion, presente no Voyage testado pela Quatro Rodas, deu uma mãozinha (literalmente seria o contrário): retomada entre 80 e 120 km/h em 9,5 segundos e ele ficou com o segundo melhor desempenho. O consumo de 8,3 km/l na cidade e 11,3 km/l na estrada só fica atrás do Etios, mas empatado tecnicamente com o Versa. A frenagem a 80 km/h de 28,7 metros ficou no meio caminho, mas o nível de ruído de 58,4 decibéis na mesma velocidade foi o responsável pela sua única vitória. 

A reestilização deu outra cara ao Voyage, que ficou mais luxuoso por fora, mas o sedã da Volkswagen deve agradecer pelo seu terceiro lugar no comparativo ao bom e confiável motor 1.6.

FICHA TÉCNICA

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.598 cm³, 8 válvulas
Potência: 101 cv (gasolina) e 104 cv (álcool)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 12,2 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 191 km/h (álcool)
Consumo: 8,3 km/l na cidade e 11,3 km/l na estrada
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,21/1,65/1,46/2,46 m
Porta-malas: 480 litros
Tanque: 55 litros
Preço: R$ 41.724

2º Toyota Etios XS 1.5 16v


A Toyota projetou o Etios achando que o brasileiro tem a mesma preferência do consumidor indiano, onde o primeiro compacto da marca japonesa a ser vendido no Brasil nasceu. Por isso, chegou para nós com estilo antiquado (Muito parecido com o Renault Logan. Só a grade sorridente que desperta simpatia), acabamento muito pobre e rústico, tecidos dos bancos muito frágeis e quadro de instrumentos analógico no centro, chutando pra longe a boa ergonomia.

O motor 1.5 16v só não é pior do que o 1.4 do Grand Siena. Rende 92 cavalos com gasolina e 96,5 cv com álcool. Mas o seu desempenho não é tão ruim. Acelera de 0 a 100 km/h em 11,7 segundos e faz a retomada de 80-120 km/h em 16,3 seg. Só perdeu para os 10,9 do Versa e os 9,5 segundos do Voyage com câmbio automatizado. 

O consumo é o seu primeiro destaque. Ninguém fez média melhor ou praticamente igual que os 9 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada do Etios. A segunda melhor frenagem, de 28,1 m a 80 km/h, só perde para o Grand Siena. E o nível de ruído na mesma velocidade, de 59,9 decibéis só é mais alto que o Voyage e o Siena.

O menor custo de manutenção cobrado pela Toyota, na verdade, cumpriu uma obrigação. Um carro com acabamento tão simples e frágil tinha que ter peças baratas mesmo: R$ 2.349,70 de pacote e R$ 643,50 de revisões, preço que eu mesmo apurei com a concessionária da marca Kaizen, do Rio (meus agradecimentos). A garantia é de 3 anos (aliás, destes cinco só a Volks e a Fiat oferecem apenas um). Ai da montadora japonesa se o serviço fosse caro e a garantia fosse curta!


O porta-malas é outro ponto forte do Etios: 562 litros, apenas um a menos que o do Cobalt, com quem ficou empatado tecnicamente. O Toyota é bem espaçoso, mas fica atrás do Versa e do Chevrolet.

A versão escolhida para comparar o Etios foi a XS, a primeira que tem ar condicionado de série, direção hidráulica e vidros/travas elétricos. O japonês fabricado em Sorocaba não tem retrovisores elétricos, regulagem de altura do banco do motorista e do volante e computador de bordo nem na versão top XLS. Por R$ 41.490 é apenas 200 reais mais caro que o Versa. o mais barato. Tem entre outros equipamentos direção elétrica progressiva, airbags frontais, freios ABS com EBD e rádio CD/Player com MP3.

O Etios, feito para os indianos, é pobre em acabamento, mas ainda tem a qualidade mecânica da Toyota, que consagrou o Corolla, líder de vendas entre os sedãs médios, e lhe deu o vice-campeonato do comparativo, embora com sete pontos a menos que o campeão, o Nissan Versa.

FICHA TÉCNICA 

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.496 cm³, 16 válvulas, DOHC
Potência: 92 cv (gasolina) e 96,5 cv (álcool)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 11,7 segundos (Quatro Rodas, com álcool)
Velocidade máxima: não divulgada
Consumo: 9 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,27/1,70/1,51/2,55 m
Porta-malas:562 litros
Tanque: 45 litros
Preços:  R$ 41.490 


1º Nissan Versa SL 1.6 16v


Campeão do comparativo com sobras, ganhando mais da metade dos itens analisados (7 de 12), o Nissan Versa encanta logo pelas linhas arrojadas no perfil e na traseira, as mais atraentes dos cinco sedãs compactos aqui desafiados. Por dentro, ele é o rei da folga para as pernas dos passageiros de trás. Foi ele que serviu de inspiração para o Cobalt e o Grand Siena oferecerem mais espaço interno num sedã compacto. O acabamento é superior nas portas, mas decepciona no painel, de aparência muito simples. Por isso, divide a vitória no item com o Grand Siena. 

Na parte mecânica, seu motor 1.6 16 válvulas é o mais potente, com 111 cavalos, independente do combustível escolhido no tanque. Ele ainda lhe deu a melhor aceleração: 0 a 100 km/h em 10,9 segundos. A retomada de 80 a 120 km/h foi cumprida em 16,7 segundos, a apenas 4 décimos do Etios e perdendo somente para o Voyage, que estava com câmbio automatizado. 

A sua relação custo-benefício também é a melhor. A versão intermediária SV já seria suficiente pelo menor preço e a boa lista de equipamentos. Sai por R$ 38.490 e só não tem freios ABS. Mas pagando R$ 41.290 você leva o sistema antitravamento junto com o assistente de frenagem em emergência e iguala subjetivamente a sua lista ao Cobalt. Só ficam faltando o sensor de estacionamento e o computador de bordo. Ar condicionado, direção elétrica progressiva, trio elétrico, som com CD e MP3, airbags frontais e fixação ISOFIX de cadeiras infantis são os seus principais equipamentos. 


A manutenção (R$ 2.517 de peças mais R$ 697 de revisões) tem o mesmo custo do Voyage. Juntos só perdem para o Etios. Já o consumo também é bom (8 km/l na cidade e 11,5 km/l na estrada) e novamente só fica atrás do modelo da Toyota. 

Começando a falar dos defeitos, o nível de ruído a 80 km/h de 61 decibéis é apenas dois décimos melhor que o do Cobalt, o mais elevado. Empate técnico na penúltima posição. Entre os dois itens em que o Versa ficou em último temos um dinâmico e um estático. Na frenagem, mesmo com freios ABS com EBD e assistente de frenagem de emergência, o Versa passou vergonha ao ser o único a parar em mais de trinta metros (32m). A outra pior colocação não chega a ser um vexame: porta-malas de 460 litros (20 a menos que o Voyage). O amplo espaço interno cobrou seu preço. 

Por fim, chegamos ao pior defeito do Versa. E não é culpa da Nissan, que está tentando resolver o problema, construindo uma fábrica em Resende, aqui no estado do Rio de Janeiro. A culpa é do nosso próprio país, que reclamou que estava perdendo dinheiro com o acordo com o México, origem do Versa, e exigiu cotas. O resultado é que a Nissan já estourou a sua cota e o desembarque do sedã e seu irmão hatch March está suspenso até o final do ano para não pagar imposto de importação. 

Chega a ser irônico que o vencedor deste comparativo por critérios técnicos só se torne uma boa opção de compra na virada do ano. Que fique pronta logo a fábrica do Rio. 

FICHA TÉCNICA 

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.598 cm³, 16 válvulas
Potência: 111 cv
Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,9 segundos (com álcool)
Velocidade máxima: 189 km/h
Consumo: 8 km/l na cidade e 11,5 km/litro na estrada (álcool)
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,45/1,69/1,51/2,60 m
Porta-malas: 460 litros
Tanque: 41 litros
Preço: R$ 41.290

Minha Escolha

É o Nissan Versa, pelo seu amplo espaço, suas linhas atraentes, o acabamento das portas e, principalmente, o custo-benefício. Pena que eu teria que esperar até o ano que vem, pois ele já está em falta por causa da cota de importação do México estourada. 



Nenhum comentário:

últimos posts

Tópicos

Lançamento Nacional (192) Chevrolet (105) Volkswagen (105) História (99) Ford (90) Fiat (82) Carro do Ano (73) Comparativos (73) Lançamento Internacional (73) Em Breve no Brasil (58) Retrospectiva (51) Renault (46) Honda (45) Toyota (45) Nissan (40) Citroën (39) Especial (38) Hyundai (38) Peugeot (37) Sonhos de Consumo (36) Audi (35) Baba Brasil (29) Kia (27) Mercedes (27) BMW (24) No Mercado (22) História em Miniatura (19) Cruze (18) Gol (18) Lembra de mim? (17) Motor do Ano (17) Mário Coutinho Leão (17) Corolla (16) JAC (16) Opel (16) Pré-estreia (16) Rádio Motor (16) Analisando (15) Fiesta (15) História em Fotos (15) Ka (15) Civic (14) Editorial (14) Golf (14) Volvo (14) Focus (13) Salão de Genebra 2014 (12) Carro do Ano 2013 (11) Carro do Ano 2014 (11) Carro do Ano 2015 (11) Guscar em Genebra (11) Mitsubishi (11) Palio (11) Retrospectiva 2016 (11) Uno (11) Carro do Ano 2010 (10) Carro do Ano 2011 (10) Corvette (10) Fox (10) HB20 (10) Utilitário do Ano (10) up! (10) Avaliação (9) Carro do Ano 2012 (9) Chery (9) Ecosport (9) Fit (9) Jaguar (9) March (9) Suzuki (9) 500 (8) Carro do Ano 2016 (8) Duster (8) Jeep (8) Onix (8) Retrospectiva 2015 (8) Siena (8) i30 (8) 3008 (7) Carro Premium (7) City (7) Dodge (7) Fluence (7) Land Rover (7) Melhores do Ano (7) Mini (7) Polo (7) Porsche (7) Prêmios Suplementares (7) Ranger (7) Salão de Genebra 2012 (7) Versa (7) Voyage (7) 208 (6) 308 (6) Aircross (6) Alfa Romeo (6) C3 (6) C4 (6) CR-V (6) Carro do Ano 2017 (6) Etios (6) Ferrari (6) Fusion (6) McLaren (6) Mustang (6) Passat (6) Punto (6) Renegade (6) S10 (6) Salão de Xangai (6) Sandero (6) Sentra (6) Sportage (6) Strada (6) Toro (6) A3 (5) Accord (5) Cerato (5) Classe E (5) Cobalt (5) Eles são 10! (5) Guscar MOTO (5) Hilux (5) Jetta (5) Lamborghini (5) Lifan (5) Logan (5) Picape do Ano (5) Salão de Pequim 2014 (5) Saveiro (5) Seat (5) Teste de pista (5) Tracker (5) 2008 (4) 408 (4) A4 (4) A5 (4) Agile (4) Amarok (4) Astra (4) Bentley (4) Campeões de Audiência (4) Captiva (4) Classe C (4) Corsa (4) DS4 (4) Edge (4) Escort (4) Especial Crossovers (4) Frontier (4) Fusca (4) HB20S (4) HR-V (4) Hilux SW4 (4) L200 (4) Livina (4) Mini Cooper (4) Mégane (4) Optima (4) Picanto (4) Prisma (4) Q3 (4) Sonic (4) Swift (4) Série 1 (4) Série 3 (4) XE (4) 911 (3) Bravo (3) Camaro (3) Camry (3) Captur (3) Celta (3) DS3 (3) Direto do Arquivo (3) Discovery (3) GLC (3) Giulia (3) Ibiza (3) J3 (3) Kicks (3) Malibu (3) Mobi (3) Monza (3) Opala (3) Outlander (3) P1 (3) Panamera (3) Polara (3) Prius (3) QQ (3) RAV4 (3) Salões (3) Sorento (3) T5 (3) TT (3) Tiggo (3) Utilitário do Ano 2011 (3) Vectra (3) Vitara (3) X60 (3) XC90 (3) 147 (2) 507 (2) 508 (2) A1 (2) A8 (2) AMG GT (2) ASX (2) Adam (2) Aero (2) Altima (2) Ayrton Senna (2) Azera (2) Bentayga (2) Bolt (2) C1 (2) C4 Lounge (2) C4 Picasso (2) CLA (2) Calibra (2) Carro Verde do Ano (2) Challenger (2) Chevette (2) Chrysler (2) Classe A (2) Classe B (2) Classe ML (2) Classe S (2) Classic (2) Creta (2) DS5 (2) Daewoo (2) Datsun (2) Elantra (2) Elba (2) Espero (2) Estão comentando (2) Expert (2) Fim de Temporada (2) Fiorino (2) GLA (2) GLE (2) Genesis (2) Go (2) Golf Variant (2) Importados de Ontem (2) Insignia (2) J2 (2) J5 (2) J6 (2) Journey (2) Jumpy (2) Kadett (2) Kadjar (2) Kombi (2) La Ferrari (2) Lancia (2) Leaf (2) Linea (2) Matérias Especiais (2) Mazda (2) Mille (2) Mini Clubman (2) Mondeo (2) Montana (2) Motor do Ano 2011 (2) Motor do Ano 2013 (2) Motor do Ano 2014 (2) Motor do Ano 2015 (2) Motor do Ano 2016 (2) Motor do Ano 2017 (2) Omega (2) Oroch (2) Pajero Dakar (2) Parati (2) Pontiac (2) Pré-estréia (2) Q5 (2) Qoros (2) RS6 (2) Range Rover (2) Rinspeed (2) S-Cross (2) S60 (2) Santana (2) Skoda (2) Smart fortwo (2) Soul (2) Spacefox (2) Symbol (2) Série 2 (2) Série 4 (2) T-Roc (2) T6 (2) Tiguan (2) Tipo (2) Transit (2) Twingo (2) Utilitário do Ano 2010 (2) Utilitário do Ano 2013 (2) Utilitário do Ano 2014 (2) Utilitário do Ano 2015 (2) V40 (2) V90 (2) Vectra GT (2) Veneno (2) Volkswagen Jetta (2) Volt (2) Willys (2) X1 (2) X3 (2) X6 (2) Yaris (2) ZX (2) i8 (2) 107 (1) 108 (1) 124 Spider (1) 155 (1) 156 (1) 159 (1) 164 (1) 206 (1) 207 Passion (1) 2CV (1) 300C (1) 301 (1) 4008 (1) 405 (1) 4C (1) 500X (1) 530 (1) 570GT (1) 650S (1) 75 (1) A Concept (1) A6 (1) Alaskan (1) Ami (1) Ampera (1) Anísio Campos (1) Apollo (1) Argo (1) Arona (1) Arteon (1) As Belas do Salão (1) Aston Martin (1) Audi A3 Sedan (1) Aygo (1) B-Max (1) BMW K 1300 R (1) Bertone (1) Brasília (1) Brivido (1) Bugatti (1) C-Elysée (1) C-XR (1) C3 Picasso (1) C4 Cactus (1) C5 (1) Cadenza (1) Cambiano (1) Carens (1) Carro Premium 2010 (1) Carro Premium 2011 (1) Carro Premium 2012 (1) Carro Premium 2013 (1) Carro Premium 2014 (1) Carro Premium 2015 (1) Carro Premium 2016 (1) Carro Premium 2017 (1) Carros Antigos (1) Cee'd (1) Celer (1) Cherokee (1) Citigo (1) Classe X (1) Clio (1) Clubman (1) Colorado (1) Compass (1) Concept Coupé (1) Concept Estate (1) Concept XC Coupé (1) Continental (1) Continental GT (1) Corcel (1) Cordoba (1) Cross Coupé (1) Crossland X (1) D-Max (1) DS 6WR (1) Dacia (1) Dacia Logan (1) Dauphine (1) De olho na Notícia (1) Del Rey (1) Delta (1) Direto da Tela (1) Divulgação (1) Doblò (1) Dock+Go (1) E-Pace (1) E-Type (1) EC7 (1) Emerge-E (1) Enjoy (1) Entre linhas (1) Eos (1) Equinox (1) Equus (1) Espace (1) Evoque (1) Explorer (1) F-Type (1) FF (1) Face (1) Faróis (1) Ferrari 812 Superfast (1) Fiat Coupé (1) Fiat Uno Turbo i.e. (1) Fiat. Ford (1) Firebird (1) Ford GT (1) Ford T (1) Ford. Ka (1) Freemont (1) GS (1) GT4 Stinger. Soul (1) GTC4Lusso (1) Geely (1) Ghibli (1) Giulietta (1) Guscar 10 Anos (1) Hall da Fama Autoesporte (1) Hi-Cross (1) Hoggar (1) Honda CB 600F Hornet (1) Huracan (1) I-Oniq (1) Idea (1) Inca (1) Infiniti (1) Intrado (1) Invitation (1) Isuzu (1) Italdesign (1) KAWASAKI Z300 (1) KTM 390 Duke (1) Karl (1) Kawasaki (1) Kawasaki Ninja 250R (1) Kawasaki Ninja 300 (1) Koleos (1) Kona (1) Kuga (1) LF320 (1) LF620 (1) Lexus (1) Lincoln (1) Lodgy (1) Lotus (1) MX3 (1) Maserati (1) Maverick (1) Mercedes. A3 (1) Meriva (1) MiTo (1) Mii (1) Miura (1) Model S (1) Mokka (1) Motor do Ano 2010 (1) NMC (1) NS4 (1) NSX (1) New Beetle (1) Nexon (1) Notícias (1) Nuccio (1) Oldsmobile (1) Pacifica (1) Pajero (1) Picape do Ano 2010 (1) Picape do Ano 2011 (1) Picape do Ano 2013 (1) Picape do Ano 2014 (1) Picape do Ano 2015 (1) Picape do Ano 2016 (1) Picape do Ano 2017 (1) Pininfarina (1) Ponto a Ponto (1) Proace (1) Prêmio (1) Pulsar (1) Q2 (1) Qoros 2 (1) Qoros 3 (1) RX (1) RX7 (1) Raridade (1) Romi (1) Romi Isetta (1) S18 (1) S90 (1) SL (1) SLK (1) SP2 (1) SX4 (1) SXC (1) Santa Fe (1) Scirocco (1) Scudo (1) Scénic (1) Smart (1) Smart forfour (1) Sonata (1) Spin (1) Ssangyong (1) Sunny (1) Série 5 (1) Série 6 (1) Série 7 (1) T8 (1) Talisman (1) Tata (1) Tempra (1) Tempra Pick-up (1) Tesla (1) Teste de Consumo (1) Tiida (1) Toledo (1) Toronado (1) Touareg (1) Tourneo (1) Toyota Corolla (1) Trailblazer (1) Trax (1) Tucson (1) Utilitário do Ano 2012 (1) V60 (1) Vale a Pena? (1) Vario (1) Vedette (1) Veloster (1) Veraneio (1) Versailles (1) Vezel (1) Viaggio (1) Vision C (1) Volkswagen GOLF (1) Volkswagen Gol Comfortline 1.0 (1) Vídeos (1) X-ChangE (1) XC40 (1) XC60 (1) XF (1) XIV-2 (1) Yamaha XT 600Z Ténéré (1) Yamaha YBR 250 Fazer (1) Z4 (1) Zest (1) Zoe (1) ix35 (1) recall (1)